‘ Bambeia, cambaleia é dura na queda

Padrão

Quarenta e sete dias, mil cento e vinte e oito hora em que o universo tem enlouquecidamente girado, brilhado e mudado de cor a cada hora, a cada amanhecer.
Me conheço e me reconheço cada vez mais, finalmente. Estou aqui e só existe o agora, e só consigo ter certezas e vontades e desejos e todos eles são reais, estão na minha pele, circulando forte nas veias, já não tenho mais paciência em questionar.
Quanto mais me desapego, quanto mais me desprendo, quanto mais respiro fundo sentindo aquele aroma doce da beira do rio, tudo dentro de mim vibra como nunca, simplesmente encontramos, eu me encontrei.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s