Arquivo mensal: julho 2016

‘ Sorri, sou rei.

Padrão

A beleza inteira da vida está nas ressignificações,
das imagens, canções e sensações.
A vida tem florescido loucamente como aqueles
gifs aonde o novo surge e nunca termina e cada
milésimo de segundo parece mais bonito e está
sempre em constante mutação.

Já não consigo ser descrente na beleza da vida.
Ela veio e me aniquilou. Se as já antigas paixões
tinham me dizimado, ele agora veio
(ao mesmo tempo que nunca deixou de estar)
(ao mesmo tempo em que eu nem sabia que esse algo continuava a crescer)
e simplesmente.

Perco as palavras sempre que penso.